sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Novos números em BH

Nova pesquisa em BH, dessa vez do EM Data/Veritá, dá vantagem a Marcio Lacerda. No entanto, devemos analisá-la com um certo pé atrás, pois o Estado de Minas é um notório aliado de Aécio e funciona como uma espécie de imprensa oficial do Estado. Mas os números são muito favoráveis a Lacerda, há apenas 3 dias da eleição, e, se forem verdadeiros, confirmam a tendência de forte atrofiamento da candidatura Quintão e o conseqüente ganho de musculatura de Lacerda.






Enquanto a campanha de Lacerda parece ter definitivamente entrado nos eixos, a de Quintão parece perdida. No programa eleitoral de ontem à noite, ele apareceu menos do que a Jô Moraes. Parece que ela foi designada para falar de coisa séria, que interesse à população - orçamento participativo, programas de qualificação do trabalhador, etc- , e ele ficaria encarregado de falar as besteiras de sempre: "gente tem que cuidar de gente", "eu quero ser herói dos meus filhos...

O grande problema é que, na minha opinião, é justamente essa insistência em frases feitas, em despolitizar a campanha, que tem feito com que a população se canse de Leonardo Quintão. Pelo debate da TV Alterosa, da última quarta-feira, eu achei que ele tinha detectado isso e mudaria a estratégia. Mas não, ele está persistindo no erro.


Outra coisa que parece estar contribuindo muito para a queda de Quintão nas pesquisas é o fato de ele ter sido pego na mentira várias vezes. Sobre aquele vídeo em que ele dizia, na campanha do seu pai em Ipatinga, que eles iriam ganhar e chutar a bunda dos adversários, por exemplo, ele deu várias explicações. Disse, entre outras coisas, que estava "brincando de futebol e política", depois, que estava falando que iria "chutar a bunda de corruptos" e completava: "Cá entre nós, eles não estão merecendo um chute na bunda?". A explicação à acusação leviana de que Lacerda não tinha sido preso político na ditadura militar, mas sim preso comum por ter assaltado um banco, é ainda pior.Primeiro ele disse que sua acusação se baseou em "laudos oficiais" que ele lera. Depois, negou que tenha dito isso, dizendo que ele apenas reagiu com surpresa à afirmação de uma pessoa que estava presente ao debate do jornal O Tempo. A campanha de Lacerda, espertamente, tem usado as inserções na TV para confrontar o vídeo em que Quintão aparece fazendo a acusação e o em que ele a desmente. Isso tem pegado muito mal para o peemedebista. Não é preciso lembrar o quanto a mentira, quando comprovada, é repudiada pela população, né? Ou vocês não se lembram do Ciro Gomes em 2002?

Isso tudo para não falar da eficiente campanha negativa que o grupo de Lacerda tem feito pelas ruas da cidade e da verdadeira bigorna que Quintão tem sido obrigado a carregar morro acima - o apoio de Newtão.

PS : Hoje o bicho vai pegar no debate da TV Globo!

1 comentários:

DANIEL PEARL disse...

Bruno, gostaria de contar com seu apoio em divulgar o novíssimo vídeo: “SERRA E KASSAB, A MÁFIA PAULISTA”. Quem não vai gostar é os almofadinhas do "CANSEI" e os neuróticos jornalistas da Folha de São Paulo, Estadão, Veja, Rede Globo, SBT, Rede Record, RedeTV, Correio Brasiliense, O Globo, Jornal do Brasil e O Dia. O endereço do Yuotube:
http://br.youtube.com/watch?v=tOQxrd5JiXc
Um grande abraço, Daniel – editor do blog Desabafo País (Brasil):
http://desabafopais.blogspot.com/
Filiado aos BLOGUEIROS DA MARTA