sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Uai, o Brasil não participou da abertura?

Vocês viram a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos? Foi linda, colorida, criativa. O modo como foi acesa a pira olímpica foi inesquecível, com um ex-ginasta chinês dando uma volta completa pelo estádio, voando içado por uma corda presa à cintura.

Poderia falar o dia todo das maravilhas dessa abertura, mas não farei isso. Meu post tratará de outra coisa, de algo decepcionante: a "performance" brasileira na cerimônia.

Os atletas brasileiros entraram sem aquela espontaneidade, aquela irreverência, que, para o bem ou para o mal, nos é característica. Alguns sorrisos, uma ou outra gracinha para as câmeras, mas sem a festa que todos esperávamos ver ( não sei se todos. Eu esperava). Esse "desânimo" fica mais evidente ainda quando comparamos com a alegria, o embasbacamento, com que as delegações da Austrália e Espanha, por exemplo, entraram no estádio. O Rafael Nadal, craque do tênis espanhol, parecia uma criança, seu rosto não escondia o orgulho de poder estar aí. Kobe Bryant, astro do Los Angeles Lakers, não deixou por menos.

Parece que o Comitê Olímpico Brasileiro entregou aos atletas um protocolo de conduta, segundo informação do João Palomino, apresentador da ESPN Brasil. Não se sabe o teor do protocolo, mas tudo leva a crer que isso pode ter contribuido para arrefecer o ânimo dos atletas para a cerimônia de abertura.

Não fosse o rosto conhecido de alguns atletas, algum desavisado poderia pensar que se tratava da delegação da Suécia. Ainda mais com a bandeira sendo carregada pelo ariano Robert Scheidt ( justiça seja feita : esse sim com a expressão transfigurada pela emoção). Só faltou eles entrarem em 2 filas indianas, uma para homem e outra para mulher, em ordem crescente de tamanho , com a distância de um braço de um para outro e marchando!

Tomara que o desempenho dos atletas nos Jogos seja melhor que o da abertura.

PS 1: Não sou a pessoa mais indicada para falar de moda, mas que roupinha horrorosa a da nossa delegação, hein?!

PS 2: Às vezes sou mesmo meio cricri. :-)

1 comentários:

André disse...

Esse COB só nos dá alegrias... Tsc, tsc, tsc... Cartilha de conduta pra atleta é o fim da picada.

E pior que nós financiamos essa porcaria de entidade quando fazemos uma fézinha na mega-sena... tsc, tsc, tsc...

Abraços,