segunda-feira, 30 de março de 2009

Recadinho para Eliane Catanhêde

A essa altura, acho que todos já devem ter lido ou ficado sabendo da coluna de ontem da Eliane Catanhêde na Folha de S. Paulo. Uma pérola!

Depois de ouvir o discurso de Lula dizendo que a crise foi causada "por comportamentos irracionais de gente branca de olhos azuis" e que não seria justo que a conta fosse paga por negros e índios, a jornalista sentiu-se ofendida e escreveu, com raiva:

"Ser "branca azeda" foi um pesadelo de gerações de adolescentes brasileiras. Passavam horas sob o sol escaldante, sem filtro (nem existia), e tudo o que conseguiam era uma vermelhidão de doer, descascar dos pés à cabeça e, no meu caso, centenas de pintas no corpo e três cânceres na cara. Não tenho culpa de não ser um Michael Jackson às avessas nem por crise nenhuma, muito menos pela maior crise econômica mundial desde a Segunda Guerra. Nem eu nem milhões de cidadãos que não são negros, nem índios, e condenam o racismo com igual veemência. Todo racismo. Lula perdeu uma bela chance de ficar calado, ao culpar os "brancos de olhos azuis" pela crise. E justamente ao lado do primeiro-ministro britânico Gordon Brown -que, segundo a imprensa londrina, ficou "constrangido"".

Bom, lógico, estamos todos com peninha da branquíssima jornalista da Folha. Eu, sério mesmo, me solidarizo com ela. Afinal, ela, por ser muito ingênua, não entendeu o que o presidente quis dizer e acabou se sentindo vítima de preconceito(!). Então, como sou um gentleman, vou mandar um recadinho para ela, tranquilizando-a:

"Cara, Eliane, li sua coluna de ontem e percebi que você não entendeu uma parte do discurso que Lula fez ao lado de Gordon Brown, naquele encontro em Brasília. Às vezes, realmente, não é fácil entender uma ironia ou uma figura de linguagem. O que o presidente quis dizer foi que a crise mundial foi causada por atitudes irresponsáveis de banqueiros e governos de países ricos, do hemisfério norte, habitados majoritariamente por brancos, e que não seria justo que as nações mais pobres, do hemisfério sul, habitadas por muitos negros e índios, pagassem por ela. Ele não disse que ela foi causada por todos os brancos de olhos azuis. Não precisava se ofender tanto, a não ser que você seja uma blue-eyed banker americana disfarçada de jornalista! Portanto, fique tranquila. Não há necessidade de tostar sua pele alva ao sol do meio-dia por causa disso, como você disse, quase me arrancando lágrimas, que gerações de pálidas moçoilas faziam.

Bejim, bejim. Tchau, tchau."

Sobre o mesmo assunto, leia esse post do blog do Nassif.

5 comentários:

Lingua de Trapo disse...

Caro Bruno, me permita reproduzir esta postagem no Língua de Trapo, pois devo reconhecer que você é mesmo um gentleman, enquanto eu, na última vez que vi a tucanhede dizer que senador Jarbas Vasconcelos era o último fiapo de esperança para moralizar o Senado, quase infartei. Se interessar, veja o link da referida postagem http://linguadetrapo.blogspot.com/2009/03/ate-tu-bispa-tucanhede.html#comments

Bruno disse...

Claro que pode reproduzir!

Anônimo disse...

Mandou muito bem Bruno!
Vou seguir seu blog a partir de hoje!

MARCIO COSTA disse...

Bruno,

o Língua me indicou seu Blog. Seus comentários são muito bons e coincidem com minha visão política.

Mas, há um problema: vc escreve pouco.

É um desperdício. Escreva mais para podermos acompanhar seu blog.Assunto é que não falta!

Um abraço

Anônimo disse...

Okay. So number one problem is I have to type slowly, or my sentences look like this- "elo ow are yo ad wha is going o?" My laptop has touch sensor buttons at the top too that don't seem to work at ALL. Or the touch pad at all. It's a dell with vista. I have done virus scans and nothing has came up. I usually use a cordless mouse but it has never affected it before. And if it makes a difference I am on it up to 3 hours a day. [url=http://gordoarsnaui.com]santoramaa[/url]