domingo, 21 de novembro de 2010

"Só quem é negro sabe o que sofre"

O jornal "Correio Brasiliense", em homenagem ao centenário da morte de Joaquim Nabuco, iniciou hoje uma séria de reportagens chamada "Negra Brasília", contando as histórias de "quem experimenta o preconceito, as dúvidas, as angústias, os medos, a raiva, as conquistas, a dor e a delícia de ter a identidade negra". As personagens de hoje são as gêmeas Karen (foto) e Karina, promissoras modelos.

Especialmente para os que alegam que não há racismo no Brasil e/ou menosprezam os seus efeitos na população negromestiça, reproduzirei aqui o depoimento de Karen (que tem apenas 15 anos!) para o jornal:

"Minha mãe é professora, ela mora em Brasília há mais de 20 anos. Não sei muito do meu pai, ele é um pai ausente, mas para a gente isso é uma coisa insignificante. Na minha infância, estudei na Tia Elza, uma escola particular aqui perto. Depois, estudei em duas escolas públicas no Guará. Continuamos em escolas públicas até hoje. A gente era muito odiada pelas meninas porque era muito metida, a gente se achava demais. Sempre me achei bonita, mas nunca aceitei a minha cor. Eu sempre falava "Ah, eu deveria ser branca". Porque na escola a gente era chamada de Chica da Silva, de um monte de apelidos.

Antes de ser modelo, só usávamos calça jeans até o pé, porque a gente morria de vergonha de nossas perninhas fininhas. Depois que a gente virou modelo, quase não usa mais calça, usa muito short, vestido. Eu me achava bonita, mas não gostava da cor da minha pele, do cabelo e da altura, me achava muito alta. Na escola, a gente era as mais altas. Hoje me acho a mulher mais bonita do mundo. Depois, se a gente não se achar, quem é que vai acha? Na escola, quando alguém chamava a gente de Chica da Silva, macaca, Pepê e Neném (dupla de cantoras gêmeas cariocas), a gente reagia, gritava, ia à diretoria. A gente não deixava barato, não levava desaforo pra casa, Revidava de todo jeito, só que era pior.

Minha mãe botou na minha cabeça que era pra eu ser médica, E falou o que cada filha tinha que ser. E a gente ficou com isso na cabeça, só que depois de uma certa idade, a gente fica ciente do que quer. E quero fazer direito, porque sei que a carreira de modelo não é para sempre. As cotas são necessárias, porque vamos ser bem sinceros... se não tiver... os produtores vivem nos falando: "Pra uma negra pegar um trabalho, ela precisa ser muito boa. Tem que estar perfeita, muito melhor que uma branca". Meus amigos todos falam que as cotas para a universidade são desnecessárias, porque é uma forma de racismo. Pode até ser pra eles, mas só quem é negro sabe o que sofre..."

8 comentários:

DanDi disse...

É triste nossa cultura racista fazer um negro não se orgulhar de sua cor...

http://dandi.blogspot.com/2010/11/duas-historias-nao-contadas-cultura.html

José María Souza Costa disse...

Parabens pelo blogue.Belissimo e interessante. Uma postagem atualizadissima para cada momento. Estou lhe convidando aq visitar o meu blogue e se possivel seguirmos juntos por eles. Estarei grato esperando por voce lá
Abraços de verdade

Provos Brasil disse...

Infelizmente no nosso país o que rola é esse racismo mascarado e hipócrita, a Caixa já até arrumou um ator negro para fazer a propaganda do Machado de Assis, isso é um horror!

Muito bom o blog!

Provos Brasil

Anônimo disse...

[url=http://www.louboutinmall.co.uk/]louboutin outlet[/url] Parts of one of the jet's engines crashed down on a beach as the plane also jettisoned fuel in order to make a safe emergency landing.. [url=http://www.vanesabrunosacparis.fr/]vanessa bruno cuir[/url] Skojlobxq [url=http://www.oakleysunglassessforcheap.com/]cheap oakley sunglass[/url]
qhlatv 448814 [url=http://www.oakleyssunglassessoutlet.com/]oakley sunglass outlet[/url] 798940 [url=http://www.cheapsoakleysunglassess.com/]cheap oakley sunglass[/url]

Anônimo disse...

[url=http://www.christianlouboutintosale.co.uk]christian louboutin outlet[/url] Two drafts of the aerial tanker RFP have been circulated since September. [url=http://www.vanesabrunosacparis.fr/]sacs vanessa bruno soldes [/url] Zcfivxaxx [url=http://www.oakleysunglassessforcheap.com/]oakley sunglass strap[/url]
ulowmn 943796 [url=http://www.oakleyssunglassessoutlet.com/]sunglass oakley[/url] 602102 http://www.cheapsoakleysunglassess.com

Anônimo disse...

[url=http://www.christianlouboutintosale.co.uk]http://www.christianlouboutintosale.co.uk[/url] Changing Landscape of Military Force Lecture and Poster Hello, Bennington Updates Fall 2010 From "Logos" to "Mythos" in America? The Center for the Advancement of Public Action at Bennington College On voting (and flushing) Narcissism of Cosmic Proportions On Caleb Howe vs. [url=http://www.vanesabrunosacparis.fr/]vanessa bruno sac[/url] Jhchegndj [url=http://www.oakleysunglassessforcheap.com/]oakley sunglass stores[/url]
wttuwy 313130 [url=http://www.oakleyssunglassessoutlet.com/]oakley sunglass sale[/url] 242142 [url=http://www.cheapsoakleysunglassess.com/]sunglass oakley[/url]

Anônimo disse...

[url=http://www.christianlouboutintosale.co.uk]http://www.christianlouboutintosale.co.uk[/url] Of all worldwide imports to the United States, 16.1 percent are from China, according to the Census Bureau. [url=http://www.vanesabrunosacparis.fr/]vanessa bruno sac[/url] Tlosfceab [url=http://www.oakleysunglassessforcheap.com/]http://www.oakleysunglassessforcheap.com /[/url]
agypyn 373569 [url=http://www.oakleyssunglassessoutlet.com/]cheap oakley sunglass[/url] 789043 [url=http://www.cheapsoakleysunglassess.com/]oakley sunglass sale[/url]

João Luiz Pereira Tavares disse...


agora 2016 terminando:

UM MOMENTO, APENAS UM!, SUI GENERIS. EIS:

Em 2016 houve fato fabuloso sim, apesar de Vanessa Grazziotin falar que não, dessa forma assim:

"O ano de 2016 é, sem dúvida, daqueles que dificilmente será esquecido. Ficará marcado na história pelos acontecimentos negativos ocorridos no Brasil e no mundo. Esse é o sentimento das pessoas", diz Grazziotin.

Mas, por outro lado, nem que seja apenas 1 fato positivo houve sim! É claro! Mesmo que seja, somente e só, um ato notável, de êxito. Extraordinário. Onde a sociedade se mostrou. Divino. Que ficará na história para sempre, para o início de um horizonte progressista do Brasil, na vida cultural, na artística, na esfera política, e na econômica. 
Que jamais será esquecido tal nascer dos anos a partir de  2016, apontando para frente. Ano em orientação à alta-cultura. Acontecimento esse verdadeiramente um marco histórico prodigioso. Tal ação acorrida em 2016 ocasionou o triunfo sobre a incompetência. Incrementando sim o Brasil em direção a modernidade, a reformas e mudanças positivas e progressistas. Enfim: admirável. 

Qual foi, afinal, essa ação sui-generis?

Tal fato luminoso foi o:

-- «Tchau querida!»
[O "Coração Valente", de João Santana"].

Eis aí um momento progressista, no ano de 2016. Sem PeTê.

Feliz 2017.